Síria: ataque do exército israelita elimina “o chefe das infra-estruturas do Hezbollah”

Cet article a été aussi publié en : Français (Francês) English (Inglês) Русский (Russo) العربية (Árabe) Deutsch (Alemão) Español (Espanhol) Italiano (Italiano) Nederlands (Holandês) polski (Polonês)

Imad Al-Tawil

Fontes sírias deram o nome de um “cidadão” morto no dia 27 de Fevereiro pelo fogo de drone israelita perto da aldeia de Hadar, na província de Quneitra, no sul da Síria. O nome é Imad Al-Tawil.
A agência de notícias Ma’an citou algumas fontes como dizendo que al-Tawil estava colaborando com o Hezbollah e os serviços de inteligência sírios, enquanto outros disseram que ele era “o chefe da infra-estrutura do Hezbollah” na Síria.
A agência governamental síria SANA foi a primeira a reportar o ataque. A agência alega apenas que um “civil” foi morto, sem dar a sua identidade.
A aldeia de Hadar está localizada a cerca de 2 km da fronteira com Israel, perto das encostas sudeste das Colinas de Golan.
O exército israelita não fez comentários.